Blog

Finanças Pessoais: Como começar um investimento com pouco dinheiro

Finanças Pessoais: Como começar um investimento com pouco dinheiro

Quando falamos em poupar, também devemos pensar que podemos rentabilizar o nosso dinheiro e fazê-lo crescer. Para isso, deve saber alguns conceitos importantes que podem ajudar na hora de tomar uma decisão ou escolher a opção mais rentável.

Quer fazer um investimento aplicando o seu dinheiro e não sabe como? Tem pouco dinheiro para investir?

Uma das coisas mais importantes a ter em conta é que o dinheiro, por pouco que seja para investir e se pretende alguma rentabilidade, deve pensar que não vai precisar dele.

Pois bem….a primeira coisa a fazer é perceber que tipo de investidor é!

Para quem decide investir e é desconhecedor de mercado, deve ter em atenção que deve começar por produtos de baixo risco, com um investimento reduzido, para se orientar e com o devido acompanhamento perceber se está no bom caminho.

É importante que tenha uma estratégia bem definida de ganhos, de acordo com os objetivos traçados, não esquecendo que, quanto maior o risco maior a necessidade de alargar o horizonte temporal de forma a poder obter um ganho de acordo com o esperado e previsto.

Na sua decisão, poderá optar por empresas que estejam em destaque no mercado e que as conheça bem, de forma a não pisar em terreno desconhecido.

 

📌 Leia também:
Perguntas sobre dinheiro que todos devemos fazer
Hábitos que vão mudar a sua vida financeira para melhor

 

Assim, ao adequar o investimento de acordo com as suas necessidades, está a programar potenciais ganhos, tendo sempre em atenção a importância da diversificação como sendo um fator que contribui para alcançar o sucesso no investimento.

Quando identificar junto da Banca o seu perfil de investidor a primeira coisa a fazer é definir quanto quer aplicar e por quanto tempo. Seja que investimento for, deve ser feito com consciência que para se conseguir obter alguma rentabilidade, é preciso ter paciência e tempo, porque na grande maioria das vezes terá que diversificar o seu investimento em produtos de risco, como por exemplo, ações, fundos de investimentos, PPR´s de Fundos, etc. É importante perceber quais são os verdadeiros objetivos e daqui a quanto tempo os tenciona alcançar.

Existem diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado e cada uma é adequada ao objetivo e perfil do investidor. 

 

Como começar a investir

1 –  Definir o seu perfil enquanto investidor

Este perfil irá definir como irá ser o seu caminho enquanto investidor de forma a tirar o máximo de proveito dos seus investimentos. Dependendo do risco que pretende correr é sempre importante fazer este passo, para depois investir bem.

 

2 –  Definir objetivos de forma clara

Pretende juntar dinheiro para a reforma? Então uma das opções é diversificar o valor colocando uma parte em PPR´s de Fundos. Deve primeiro saber o que pretende obter para depois definir como lá chegar.

 

3 – Criar disciplinas na estratégia de investimento

Analise bem, no tempo, a previsão de rentabilidade! Caso invista em produtos de risco, deve ter a perfeita noção que pode ter períodos em que pode estar a perder e outros que estará a ganhar, mas essa previsão deve ser feita e não deve estar sempre a alterar as suas estratégias, deve sim fazê-las com consciência, de forma a não comprometer ainda mais a sua rentabilidade futura e afetar o controle de riscos.

 

Para investir atualmente no mercado, tem várias opções disponíveis, umas com mais risco do que outras.

 

Comecemos pelas de menos risco:

  • Depósitos a prazo

Um depósito a prazo nos dias de hoje é sinónimo de juro mínimo ou praticamente nulo, o que significa que apenas é uma aplicação segura para ter o dinheiro onde é como se estivesse parado, mas que lhe permite ter um valor de parte. Pode, no entanto, ter em consideração os depósitos a prazo dos bancos online que na grande maioria das vezes dão rentabilidades mais interessantes, comparativamente com os outros mas por prazos que podem ser mais curtos. Tenha em atenção que não vai fazer uma aplicação num banco online só para colocar de parte um valor e depois terá comissão de gestão de conta. Certifique-se de tudo e analise tudo. Se o objetivo é apenas colocar de parte, os depósitos a prazo podem ser uma boa opção.

 

  • Obrigações

Comprar obrigações significa comprar dívida de uma empresa ou entidade pública, que é como quem diz, que a empresa ou empresas que escolher para fazer o seu investimento passarão a pagar-lhe a si a não a um banco ou instituição, por exemplo. Esta pode ser uma opção cautelosa para quem não tem muito para investir ou quer ver como pode correr. Caso a empresa melhore, o rating é melhor porque a sua compra fica valorizada. Mas não se esqueça de aconselhar-se com um especialista, que pode ser o seu Banco, para tomar as melhores decisões.

 

Para investimentos mais arrojados e com risco, e dependendo do perfil de investidor que tiver.

 

  • Ações

Pode investir em ações com pouco dinheiro para começar e, à medida que aprende com o mercado e gera pequenos retornos, pode aumentar aos poucos o investimento inicial e reinvesti-lo em outras ações.

Não invista em ações apenas por terem baixo custo, avalie se realmente é uma empresa que apresentará rentabilidade a médio ou longo prazo.

Mas antes de aplicar o dinheiro num investimento, é importante escolher um bom corretor. Este vai funcionar como intermediário entre si e o mercado de valores, facilitando as transações.

Atualmente, muitas são as plataformas disponíveis no digital, que permitem fazer investimentos e que são relativamente fáceis de utilizar, como por exemplo, a GoBulling (Banco Carregosa), ActivoTrade e pois que permitem investir em ações ou até mesmo em outro tipo de ativos.

Lembre-se que quanto mais arriscar, maior será a necessidade de ter alguém a acompanhar regularmente a sua posição no mercado, logo tenha sempre alguém especialista na área a ajudar.

Mesmo com um pequeno valor para investir deve ter em atenção: acompanhamento regular do investimento, porque desta forma também vai avaliando os mercados e aprendendo com as suas oscilações, não tenha pressa de ganhar, porque só desta forma é que se vai tornar um expert em investimentos, mesmo tendo pouco dinheiro.

 

  • Aprende a estar atento a mudanças na economia

Passe a estar mais atento(a) às mudanças na economia e como isso pode ter influência na sua vida, vai percebendo como isso acontece. Sabendo planear, como deve organizar e orientar mensalmente as suas finanças e a importância da criação de objetivos individuais, que posteriormente acabam por ter um impacto significativo não só na vida pessoal, como na vida familiar e até mesmo profissional.

É importante planear o futuro, para que consiga rapidamente a tão esperada liberdade financeira e quanto mais conhecimento aprofundado tiver nesta área e mais cedo começar, maior será a probabilidade de chegar lá e se destacar, com estratégias muito bem definidas, para que o sonho se realize. Acredite que, foi assim que aprendi e ao longo de toda a minha experiência na Banca, foi possível perceber isso de uma forma mais direta.

Para investir com pouco dinheiro, também é fundamental ter um bom planejamento financeiro, porque não devemos planear apenas para organizarmos as nossas despesas, mas também para organizarmos os nosso investimentos, para que possamos dar o devido acompanhamento e até mesmo retirar o máximo de aprendizagem da decisão tomada.

O acompanhamento da sua vida financeira é cada vez mais importante que também seja feito por si, com a ligação a um especialista. 

 

Precisa de ajuda para ter uma vida financeira mais organizada? Vamos conversar!

Partilhar:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn