Blog

Dicionário do investidor

Dicionário do investidor: os 7 principais conceitos que deve conhecer

Quando falamos em investimento, importa referir que existem alguns conceitos que fazem parte da forma como podemos e devemos investir e como é que conseguimos melhorar a nossa rentabilidade.

Apresentamos alguns conceitos muito utilizados quando se trata de fazer um investimento para que se sinta mais confiante na hora de escolher a melhor solução para si.

 

📌 Leia também:
Melhores investimentos para 2021
Hábitos que vão mudar a sua vida financeira para melhor

 

Dicionário do investidor

 

1 – Perfil de investidor:

Este perfil é traçado para ser avaliada a tolerância ao risco e como podemos investir de acordo com a forma como olhamos para o dinheiro.

Existem, no entanto, algumas características que ajudam a traçar esse mesmo perfil, sendo elas, a idade, o conhecimento do mercado atual e futuro, tolerância ao risco (menor ou maior), situação financeira atual e futura, objetivos, etc.

Para realizar investimentos com maior ou menor risco, devemos sempre aferir o nosso perfil de investimento de forma a adequar através da diversificação as melhores alternativas disponíveis no mercado.

Veja um resumo da possível diversificação, atendendo ao perfil traçado:

 

 Perfil Conservador (possível composição da carteira):

► 40% liquidez (Depósitos, Fundos de Tesouraria, etc)

► 30% Obrigações Taxa Variável

► 10% Obrigações de Taxa Fixa ou produtos estruturados

 

Perfil Moderado (possível composição da carteira):

► 25% Liquidez (Depósitos, Fundos de Tesouraria, etc)

► 50% Obrigações Taxa Variável

► 25% Ações

 

Perfil Dinâmico (possível composição da carteira):

► 10% Liquidez (Depósitos, Fundos de Tesouraria, etc)

► 15% Obrigações Taxa Variável

► 75% Ações

 

2 – Solvabilidade e Liquidez:

Diz respeito à capacidade do cliente, em dignificar os seus compromissos/responsabilidades.

 

3 – Rendimento Ativo

É o rendimento que obtém através do seu esforço e do tempo investido em realizar determinada atividade. O trabalho por conta de outrem é um bom exemplo!

 

4 – Rendimento Passivo

O rendimento passivo não está diretamente dependente do seu esforço/ tempo dedicado em realizar determinada atividade e sim no investimento que ao longo do tempo vai trazendo rendimento. Por exemplo, um ebook à venda na internet e uma rede de display num blog são bons exemplos!

Contrariamente ao rendimento ativo, não precisa de estar ativamente a trabalhar nele, pois ele trabalha para si.

 

5 – Rentabilidade

Retorno sobre um investimento feito.  Rentabilidade está associada a um potencial ganho financeiro de um investimento, considerando uma percentagem de retorno que se obtém com a aplicação do respetivo capital investido. A sua valorização está diretamente associada ao risco.

 

6 – Risco

O risco está diretamente ligado à rentabilidade que corresponde ao grau de incerteza por parte do investidor, quanto ao ganho que pretende obter. O risco pode ser maior ou menor, consoante a propensão do investidor para o assumir.

Na hora de escolher o tipo de investimento, o risco é um dos fatores mais importantes na hora de escolher a melhor solução. Quanto maior for o prazo do investimento que fizer, maior será o potencial de ganho quando assumido um risco mais elevado, como é o caso das ações.

 

7 – Maturidade

Refere-se à determinação da duração do produto financeiro.

 

Dicas extras para um investidor:

  • Um aspeto importante a ter em consideração é que caso subscreva uma carteira de títulos (ações, obrigações, Fundos de Investimento) no seu Banco, tem sempre uma comissão de custódia de títulos que, normalmente, é cobrada ao trimestre. Logo, deve analisar esta despesa e comparar em vários bancos para analisar qual é a mais em conta.
  • Na hora de decidir sobre um investimento, tenha sempre em atenção qual é o seu objetivo: quanto pretende investir para potenciar o ganho e se esse ganho será esperado no curto médio ou longo prazo, etc.
  • Escolha um especialista para ajudar na sua decisão e com isso poder ter as melhores soluções do mercado. 

Já sabe onde investir o seu dinheiro em 2021?
Partilhe connosco, nos comentários abaixo 👇

Partilhar:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Scroll Up