Blog

5 coisas que você precisa saber antes de abrir o seu próprio negócio

6 coisas que você precisa saber antes de abrir um negócio

O momento de abrir um negócio pode gerar muitas dúvidas e incertezas. Há de fazer pesquisa de mercado, criar plano de negócio, prever custos, avaliar benefícios e muito mais. 

Por norma, os pequenos negócios conseguem crescer mais rápido, muito fruto das decisões assertivas de quem está por trás do negócio – que muitas vezes é só uma pessoa – e da implementação das estratégias ajustadas às necessidades e acontecimentos do dia a dia. 

Ter um bom planeamento ao nível da gestão como um todo para criar mecanismos de rentabilidade e assim potenciar o negócio é mais do que meio caminho andado, mas na hora de abrir o seu próprio negócio há tantas coisas que precisamos saber e muitas vezes, nem cogitamos. Para isso aqui ficam algumas dicas:

 

📌 Leia também:
Perguntas sobre dinheiro que todos devemos fazer
Melhores investimentos para 2021

 

O que você precisa saber antes de abrir o seu próprio negócio

 

1 – Faça o seu Canvas

O Canvas ou Business Model Canvas é uma ferramenta prática, dinâmica e incrivelmente simples que ajuda a visualizar de forma mais ampla quais são as questões estratégicas do seu negócio.

Para preenchê-lo, tudo o que precisa – depois de fazer o download – é de caneta, post it e uma mente bastante aberta e crítica para refletir sobre o que você faz, pra quem, por que, com que parceiros, de que forma…

Lembre-se: o principal objetivo do Canvas é fazer com que você planeie um negócio de sucesso de forma pouco burocrática, tendo diversos insights e ideias durante o processo. Daí o preenchimento ser com post it, pois conforme a sua empresa evolui, o Canvas também pode evoluir e se adequar!

 

2 – Junte primeiro e depois investir 

Devemos primeiro juntar para investir e não ao contrário. Ou seja, devemos procurar definir um objetivo de poupança, neste caso para a criação de um negócio, e depois dar início ao negócio, avaliando sempre todas as variáveis do Plano de Negócios e evitar pedir dinheiro em nome pessoal à Banca.

 

3 – Comece o seu negócio online 

Experimente começar o seu negócio online, pois além de minimizar custos com aluguer e recursos humanos, pode aproveitar diversas fontes de vendas online para realizar testes.

Pode vender o seu produto ou serviço pelas redes sociais e em marketplaces antes de criar o seu próprio ecommerce. 


4 – Faça uma análise de mercado e tendência de consumo

Faça uma análise exaustiva do mercado e tendência de consumo bem como, quem será a concorrência e o público-alvo que pretende atingir, mediante o negócio que pretendo criar. Fique a par de tudo o que o rodeia, para evitar surpresas desagradáveis.

 

5 – Crie um Plano de Negócios 

Elaborar um plano de negócios possibilita que consiga olhar e entender o seu novo negócio como um todo, além de auxiliar na definição dos objetivos a serem alcançados a curto, médio e longo prazo. Outro ponto positivo é que com um plano bem estruturado, explicar e apresentar o negócio para outras pessoas torna-se uma tarefa bem mais simples e compreensível. Algo que é fundamental, não só para angariar novos clientes como para quando precisar de buscar por investidores e/ou parceiros de negócios.

 

6 – Tenha a sua conta pessoal separada da conta do negócio

Devemos sempre, quando arrancamos com o nosso negócio, separar as águas! Isto quer dizer que devemos ter duas contas no Banco separadas, uma que já temos que é a pessoal e outra destinada ao seu negócio. Essa separação torna-se necessária para garantir uma gestão mais eficiente das finanças, quer seja pessoal ou empresarial.  


Analise bem todas estas dicas e vai ver que o seu negócio vai ficar muito mais claro e organizado e vai poder potenciar as suas vendas para o que verdadeiramente interessa.

 

Precisa de ajuda com as finanças do seu negócio?  Vamos conversar!  🙂

Partilhar:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Scroll Up